22 de jun de 2010

TODOS OS DIAS - 2

Todos os dias quando saio da estação do comboio perto do meu trabalho quase sempre na mesma hora, cruzo por várias pessoas cujas faces começam a ser costumeiras. Há um homem porém que me chamou a atenção. Todos os dias o vejo na rua onde passo. Ele teve um acidente vascular cerebral grave e ficou com grandes limitações nos movimentos. Diariamente o vejo se esforçando com as suas muletas, fazendo um sacrifício visível na busca da recuperação. Faça chuva ou sol, frio ou calor, lá está ele se arrastando pela rua. É visível a dor em seu rosto, mas não falha. Sabe que precisa disso para poder melhorar e persevera na sua prática.

Disciplina é algo difícil mas ao nosso alcance. Há muitas coisas que não posso fazer por mim mesmo. Não posso acrescentar altura a meu corpo, não posso saber quantos anos vou viver, não posso renovar as células mortas de meu fígado. Mas posso me exercitar, comer correctamente, descansar o tempo devido, levar uma vida saudável.

No plano espiritual acontece o mesmo. Não posso garantir respostas as minhas orações, não posso ver o que se passa nas esferas espirituais, Não consigo saber exatamente o que o Senhor tem reservado para mim ou outros. Mas posso orar, ler a Bíblia, meditar, jejuar, gastar tempo em solitude, ajudar outros, dizimar e dar ofertas, falar de Jesus a outros. Essas coisas requerem disciplina e custam, mas tem galardão garantido aqui e na eternidade.

Quando vemos um atleta fazendo certas coisas na TV ficamos espantados; quando vemos a habilidade de um cirurgião; a agilidade das mãos de um pianista; a musculatura de um halterofilista; a memória de um professor universitário... tudo isso impressiona, tudo isso é fruto de disciplina. O atleta, músico, cirurgião ou profissional, não chega a fazer o que faz por acaso ou de um dia para outro. Atingiu seu nível por esforço próprio, continuado, perseverante, por vezes doloroso, mas com objetivo. Disciplina é isso mesmo.

Vivemos tempos em que a maioria dos crentes não quer pagar o preço de nada. Esses não querem saber de nenhum tipo de esforço. Só querem uma oração rápida no culto de domingo, um clamor emocional, um cântico meio hipnótico e uma mensagem leve e bem-disposta. Mas querem ver respostas e sinais imediatos! Querem respostas instantâneas e depois não sabem porque não vêm as coisas acontecerem.

Está na hora de pararmos de choramingar e passarmos à acção. Está em nosso poder usar das disciplinas espirituais para crescer. Eu posso separar tempo para isso, perseverar nisso, saber o quanto isso é importante. Nem sempre será a coisa mais desejável do mundo e nem sempre terei muita vontade, mas qual atleta esforçado esta ao meu alcance lutar para crescer. Aquilo que eu posso fazer por mim mesmo o Senhor não vai fazer por mim, então vamos arregaçar as mangas e trabalhar.

"Medita estas coisas e nelas sê diligente
 para que o teu progresso a todos seja manifesto"
 I Timóteo 4:15

Nenhum comentário: